Stir Plate - propagação do fermento

Antes de começar esse post, a primeira pergunta que deve ser feita é: você realmente precisa de um stir plate? A resposta simples é não, não precisa.
O objetivo do stir plate é aumentar a contagem de células do levedo para garantir a viabilidade do mesmo e diminuir o período de lag do início do fermentação. Esse tipo de precaução, geralmente é utilizada para fermentos líquidos, ou quando você quer propagar um fermento que você coletou e acha que não é suficiente para a sua leva. De qualquer maneira, tudo isso pode ser feito sem um stir plate, por exemplo, apenas chacoalhando o mosto de tempos em tempos para garantir o oxigênio para a reprodução do levedo. O que o stir plate faz é tornar essa tarefa mais fácil. Como a movimentação do mosto é constante, cria-se um vortex com o movimento circular da barra magnética, assim o oxigênio é constantemente puxado para dentro da solução, criando o ambiente ideal para a reprodução do levedo.
Eu tenho utilizado o meu stir plate em duas ocasiões: quando vou fazer uma leva de 40 litros e tenho apenas um pacotinho de fermento seco. Aí eu faço um starter (uma pequena leva de 2 litros usando extrato de malte - OG 1.030~1.040) e coloco no stir plate um ou dois dias antes de fazer a minha brassagem. A outra forma de utilizar o stir plate é quando eu coleto fermento de alguma leva e deixo guardado na geladeira. Para garantir que aquele fermento está legal, eu realizo o mesmo procedimento de antes; faço um starter e deixo o fermento propagando durante um ou dois dias. Veja abaixo um gráfico que mostra o resultado de diferentes métodos de propagação:


Fonte: M.B. Raines - Yeast Propagation and Maintenance: Principles and Practices. Em:http://maltosefalcons.com/tech/yeast-propagation-and-maintenance-principles-and-practices

Os resultados são tentadores, mas como eu disse antes, você realmente não precisa de um stir plate. Mas se você é como eu, e acha que esse hobby é algo mais que apenas fazer cerveja, e gosta de construir coisas, então esse é mais um projeto divertido para você.

Vamos lá, vamos construir um stir plate!!!

Material:
1) Uma caixa para botar tudo dentro (pode ser de plastico, madeira, acrílico... Você encontra vários exemplos na internet)
2) Um ventilador desses usados em computadores
3) Um transformador para 12v.
4) Imã de H.D. (vá em uma loja de manutenção de computadores e peça para eles um HD quebrado. Você desmonta e tira o imã.)
5) Fios para fazer as ligações
6) Um "jack" para conexão do transformador.
7) Um potenciômetro (é o botão que gira para aumentar ou diminuir a velocidade do ventilador).
8) Uma barra magnética (é ela que fica dentro do starter e gira, conduzida pelo campo magnético do imã) - Você encontra essas barras magnéticas em lojas de materiais para laboratório.
9) Botão liga/desliga (NÃO PRECISA) - Depois que eu cortei a minha caixa e coloquei o botão lig/desl é que eu percebi que não precisava dele. Com o potenciômentro você aciona o ventilador sem a necessidade do botão.

Na verdade as ligações são bem simples.
O objetivo é colocar o ventilador em algum tipo de suporte para que ele fique firme e nivelado e possa ser acionado por algum tipo de botão (no caso o potenciômetro). Eu coloquei parafusos longos para fixar o ventilador na base da caixa:



O imã foi colado com superbonder no centro do ventilador. Quando o ventilador gira, o imã gira junto formando um campo magnético que gira a barra magnética que está dentro do frasco com o seu starter e levedo.

Se você quiser, pode cortar o conector do transformador e passar o fio direto para dentro da caixa. No meu caso eu coloquei o encaixe para o transformador instalado na caixa. Ficou assim:



Por dentro é tudo muito simples. Um dos fios do transformador é ligado no potenciômetro e o outro sai direto do conector do transformador para o ventilador. Não tem segredo.






Como eu havia dito antes, o meu botão de liga/desliga não tem nenhuma funcionalidade, ele só tapa o buraco que eu fiz precipitadamente.


Depois de feitas as conexões, tudo é fechado dentro da caixa e pronto, você tem um stir plate.







Queria colocar um vídeo mostrando ele em funcionamento, mas acabo de descobrir que a minha barra magnética foi para o lixo na faxina dessa semana (nunca deixe suas tralhas espalhadas pela casa…elas somem ou são jogadas fora!!!). Vou ficar devendo essa demonstração. Assim que eu comprar outra eu atualizo esse post com um vídeo, de todo jeito, existem inúmeros vídeos no youtube mostrando esse tipo de stir plate em funcionamento.

Espero ter ajudado e inspirado você no seu próximo projeto.

Saudações cervejeiras
Rodrigo

6 comentários:

  1. Olá, o vendedor me pediu a especificação do potenciômetro, ou seja, se ele é de 1K, 100K,...., você sabe dizer qual o valor do potenciômetro? Abraço cervejeiro.

    ResponderExcluir
  2. Fala Rodrigo! Belezinha? Nos conhecemos no DeliBeer BSB ano passado, tá lembrado? E aí cervejeiro, como andas?

    Rapaz, bem simples teu projeto de stir plate, mas me diga uma coisa, esse fan de 12v gira bem um erlenmeyer de 3 litros com mais ou menos 2 litros de mosto? Andei vendo com um amigo e ele me disse que pra esse fim seria melhor um fan de 110v, pra que role um turbilhonamento satisfatório com esse volume. Qual o volume máximo que você já girou com o seu stirplate com fan de 12v?

    Abraço grande e saúde!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Zahle, tudo bem?! Cara, é o seguinte. Esse meu stir plate com fan de 12v não dá conta de rodar 2 litros de mosto não, principalmente quando a lama de levedura começa a aumentar. Na verdade esse meu stir plate queimou, e estou montando outro. O que aconteceu foi que eu troquei os meus imãs por uns mais fortes, e eles acabaram afetando a rotação do ventilador, por isso o motor não resistiu e queimou.
      Eu costumava rodar 600 ml com ele, pois o meu frasco é de 1 litro.
      Como estou montando um novo para mim, eu comprei um fan de 220v maior e mais parrudo, mas esse também queimou. Já entendi o que preciso fazer. Vou dar um jeito de colocar um espaçador entre os imãs e o ventilador (tipo uma torre de durepox) para diminuir o efeito do campo magnético sobre o motor. Um amigo fez a mesma coisa e está funcionando bem.
      Resumindo, se quiser rodar 2 litros precisa aumentar a potência do ventilador. E se for aumentar a potência dos imãs, não dá para colocá-los direto na base giratória do ventilador.
      Espero que tenha ajudado.

      Abraço
      Rodrigo

      Excluir
  3. Bom dia amigo,

    Vou tentar fazer este teu projeto, mas pesquisando não consigo encontrar essa caixa que você utilizou. Tem alguma dica de onde posso encontrar ou como posso pesquisar por ela?

    Obrigado.

    ResponderExcluir
  4. Oi Leandro.
    Cara, essa caixinha eu comprei em uma loja de equipamentos eletrônicos. Acho que eles chamam isso de "caixa de projetos". Na verdade você pode utilizar qualquer caixa que conseguir encontrar e que caiba tudo dentro.

    Espero que tenha ajudado.
    Abraço

    ResponderExcluir
  5. Oi... Muito interessante seu projeto. Como vc sabe qual fio da fonte é o + e qual é o - ?
    Valeu!

    ResponderExcluir